fbpx
14.1 C
Tomar

Associação Amigos do Fado de Tomar na sua alegre nova “casinha” na Arroteia

Relacionadas

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a...

Mais de cem pessoas na descida do Nabão em jangadas improvisadas

Foram 115 as pessoas que participaram, no passado domingo, dia 26 de junho, na 13.ª Descida do...

CIM do Médio Tejo marcou presença em Fátima na 10.ª edição dos workshops internacionais de Turismo Religioso

A convite da Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO) e em colaboração com o Município de Ourém, a CIM...

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que...

O fado, nascido nos contextos populares da Lisboa oitocentista, é a primeira expressão artística a ser declarada Património Imaterial da Humanidade em Portugal e o nosso concelho tem uma “Associação dos Amigos do Fado de Tomar” que tem o seu “Cantinho do fado” na Arroteia – Venda Nova. Esta associação nasceu a 25 de maio de 2010 e foi apresentada a toda a sociedade um mês depois, no restaurante Convívio, em Tomar, com jantar e fados. Partilham um gosto comum – o fado e, depois de organizarem tantas noites de fado com grande sucesso e com centenas de participantes, de terem pago tanho dinheiro em direitos de autor a que são obrigados, decidiram passar a ser uma associação, pois o amor ao fado falou mais alto.

O desejo de ter sede própria já que o espaço alugado na Rua dos Arcos em Tomar era pequeno e pagavam renda, esteve há muito na vontade férrea dos que dão rosto e dinamismo a esta associação, a família “Leiria”, especialmente, em que o António e a Aurora viram este “filho” crescer e tem trazido a Tomar grandes nomes do fado e muitos, mas muitos visitantes.

Para a história desta associação fica marcado o dia 8 de maio, 11 anos após terem sido criados, em que a ambição de ter a sua sede própria protocolada pela câmara foi uma realidade. Foi neste dia que na Arroteia/Venda Nova, no espaço devoluto há anos do Jardim Escola, depois de muito trabalho de renovação, as guitarras e violas trinaram e grandes vozes, numa tarde soalheira, ecoaram numa sala, batizada do “Cantinho do fado” tão primorosamente decorada. Ao fim de um ano, sem este grupo, ou tertúlia de apaixonados pela canção que hoje é património da Unesco, se poderem reunir, este foi o dia grande.

Notícia completa na edição impressa de 14 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a...

Mais de cem pessoas na descida do Nabão em jangadas improvisadas

Foram 115 as pessoas que participaram, no passado domingo, dia 26 de junho, na 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas, numa...

CIM do Médio Tejo marcou presença em Fátima na 10.ª edição dos workshops internacionais de Turismo Religioso

A convite da Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO) e em colaboração com o Município de Ourém, a CIM do Médio Tejo esteve mais...

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que visou recolher o máximo de...

13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo

A 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo, dia 26 de junho, numa organização do Moto Organizadora de Competição...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -