Jornal Cidade de Tomar

Audácia tomarense não evitou derrota tangencial em Oliveira de Azeméis

O Sp. Tomar/IPT voltou a perder pela margem mínima em casa de um assumido candidato ao título! No dia 27 de março, os leões de Tomar perderam no recinto do Sporting por 4-3; hoje, ao final da tarde, foram batidos pela Oliveirense por um também tangencial 3-2, em jogo em atraso da jornada 17 do principal campeonato nacional.

A equipa tomarense (que tinha vencido este adversário na primeira volta por claro 5-3) entrou muito bem na pista de Oliveira de Azeméis… com três finalizações muito perigosas: Xavier Puigbi negou o golo a Filipe Almeida e Ivo Silva… e Alexandre ‘Xanoca’ Marques, da esquerda… acertou no poste da baliza do guardião espanhol!

Os leões queriam mostrar que podiam lutar pelos três pontos… No entanto, foi a Oliveirense que se colocou em vantagem no marcador, já no minuto 14: o suplente Lucas Martínez, poucos segundos depois de ter entrado em pista, em remate frontal, colocou a bola no lado esquerdo da baliza de Veludo.

Martínez, depois de breves paragens a pedido dos dois técnicos, voltou a tentar por duas vezes, mas Veludo estava no caminho da bola.

Sempre com os olhos na baliza contrária, a equipa tomarense acabou por chegar ao empate a três minutos e 14 segundos do intervalo, por Lucas Honório: num contra-ataque, o jovem avançado (de apenas 17 anos, emprestado pelo Benfica) entrou pela direita… e bateu Puigbi na insistência (quando a bola ficou disponível junto das pernas do guarda-redes espanhol).  

O início da segunda parte não foi feliz para a equipa de Nuno Lopes: logo no segundo minuto, numa rápida transição (e com Xanoca caído na área do adversário…), Marc Torra serviu de bandeja Pedro Moreira, que, na esquerda, com a baliza aberta, não teve dificuldade em desfazer a igualdade (2-1).

Com a Oliveirense a defender de forma mais agressiva, os leões de Tomar não conseguiram responder a este segundo golpe… E, já no minuto 41, o veterano espanhol Jordi Bargalló (de 41 anos) colocou a equipa da casa mais distante no marcador: entrou pela direita e, com um remate cruzado, bateu Veludo: 3-1.

A quatro minutos do final, na cobrança de um livre direto (décima falta da Oliveirense), Lucas Honório permitiu a defesa a Puigbi.

O treinador Nuno Lopes continuou a arriscar no ataque… e, já dentro do último minuto (44 segundos…), na sequência de um remate de Ivo Silva, o árbitro Joaquim Pinto assinalou grande penalidade (bola no patim de Marc Torra?): Rúben Sousa atirou forte e certeiro, e reduziu para a diferença mínima (3-2).  

Mas, mesmo colocando mais um jogador de campo (obviamente, saiu o guardião Francisco Veludo), o Sp. Tomar/IPT não conseguiu o terceiro golo e, assim, evitar o nono desaire no campeonato.

O sexto lugar já estava assegurado e, portanto, o adversário da equipa tomarense nos quartos de final do play-off será o Ó. Barcelos ou o Sporting (ou seja, o segundo classificado). Os leões da capital ganharam, ontem, sexta feira, em Valongo por claro 4-7, num jogo em atraso da jornada 23, e ainda podem roubar o segundo lugar aos barcelenses).

A última jornada da fase regular está agendada para 17 de abril: além das lutas pelos segundo (Ó. Barcelos e Sporting) e quarto (Benfica e Oliveirense) lugares, falta conhecer o terceiro despromovido (Famalicense, H. Braga ou Turquel), que se vai juntar aos já condenados Riba D’Ave e Tigres de Almeirim.

Exit mobile version