fbpx
14.9 C
Tomar

Câmara quer concentrar serviços municipais no antigo Regimento de Infantaria 15 e Tribunal Militar perto da Várzea Grande

Relacionadas

Sapadores da CIM do Médio Tejo apresentam balanço mensal

As Brigadas de Sapadores da CIM do Médio Tejo continuam a realizar um conjunto de intervenções florestais nos concelhos...

Entrada no horário de inverno é já este domingo

A entrada no horário de inverno é já este domingo, dia 31 de outubro.

Covid-19: Tomar e Ourém com metade das infeções ativas na região

Estão a aumentar o número de infeções por Covid-19 nos 11 concelhos que integram o ACES Médio...

“Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível” no Cine-Teatro Paraíso Tomar

No próximo dia 6 de novembro, o Cine-Teatro Paraíso Tomar acolhe a peça "Meninas Pouco Exemplares e...

Centro Qualifica entregou diplomas a técnicos de Proteção Civil e Bombeiros em cerimónia solene

Decorreu, no passado dia 22 de outubro, no auditório da Escola Jácome Ratton, a cerimónia solene de...
Elsa Ribeiro Gonçalves
Elsa Ribeiro Gonçalves
Nasceu em Tomar em 1976. Licenciada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social do IP Lisboa. É jornalista desde 2005, sempre na imprensa regional. Mãe de uma menina, a escrita e as viagens são as suas outras grandes paixões.

A Câmara de Tomar pretende vir a instalar os serviços municipais na antigo Regimento de Infantaria 15 e Tribunal Militar, estruturas localizadas nas traseiras do Convento de São Francisco, perto da renovada Várzea Grande.

O vice-presidente da autarquia, Hugo Cristóvão, publicou essa intenção na sua página pessoal, referindo que na manhã de sexta-feira, 26 de fevereiro, visitaram o espaço. “Andámos a verificar o estado do antigo Regimento de Infantaria 15 e Tribunal Militar para as quais, ao fim de cerca de 3 anos de reuniões primeiro com o Ministério da Defesa, depois das Finanças (Direção Geral do Tesouro), conseguimos finalmente autorização para que o município possa desenvolver projeto para reabilitar (ou demolir e construir) e poder devolver à comunidade estas enormes instalações há muito devolutas”, escreveu.

De acordo com o mesmo, este é um espaço nobre da cidade que, “a par da nova praça nabantina e de toda a intervenção que está a ser realizada na zona sul levará a cidade rumo às próximas décadas”.

De acordo com Hugo Cristóvão, a intenção passa por concentrar neste espaço a generalidade dos serviços municipais, entre as várias unidades orgânicas, arquivo municipal, serviços sociais e atendimento geral ao cidadão, intenção que permite “ganhar eficiência e diminuição de custos de funcionamento”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Sapadores da CIM do Médio Tejo apresentam balanço mensal

As Brigadas de Sapadores da CIM do Médio Tejo continuam a realizar um conjunto de intervenções florestais nos concelhos...

Entrada no horário de inverno é já este domingo

A entrada no horário de inverno é já este domingo, dia 31 de outubro.

Covid-19: Tomar e Ourém com metade das infeções ativas na região

Estão a aumentar o número de infeções por Covid-19 nos 11 concelhos que integram o ACES Médio Tejo. Os concelhos de Tomar...

“Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível” no Cine-Teatro Paraíso Tomar

No próximo dia 6 de novembro, o Cine-Teatro Paraíso Tomar acolhe a peça "Meninas Pouco Exemplares e o Músico Irrepreensível", com Com...

Centro Qualifica entregou diplomas a técnicos de Proteção Civil e Bombeiros em cerimónia solene

Decorreu, no passado dia 22 de outubro, no auditório da Escola Jácome Ratton, a cerimónia solene de entrega de diplomas através de...

Duas pessoas sofreram ferimentos em despiste de trator

Ontem, terça feira, pelas 17h24 os Bombeiros Municipais de Tomar foram acionados para um despiste de um trator agrícola na localidade de...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -