Jornal Cidade de Tomar

Bombeiros Torrejanos realizam parto em ambulância

Nuno Gorjão e Pedro Matos, do corpo de Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizaram um parto em ambulância.

Por volta da meia-noite do dia 4 de dezembro de 2020, os Bombeiros Voluntários Torrejanos receberam uma chamada telefónica, de uma grávida.

Poucos minutos depois, chegava uma ambulância à porta da senhora, no Casal Pote (Meia Via). A senhora, com algumas dores, comentou que se previa que o bebé nascesse naquele dia. Mas nada fazia adivinhar o que viria a acontecer, em poucos minutos: já na ambulância, Nuno Gorjão e Pedro Matos começam a ver a coroa encefálica e Maria Beatriz nasceu aos dezassete minutos da meia-noite de 4 de dezembro, na ambulância.

Foi um parto inesperado, mas uma grande alegria para estes dois bombeiros que, pela primeira vez em mais de 15 anos de serviço, realizaram um parto.

Os cerca de 7/8 minutos de serviço são descritos pelos dois bombeiros como uma “sensação única e de alívio, por vermos que correu tudo bem”.

Ainda na ambulância, realizaram o protocolo (limpeza, aquecimento e aspiração). Pouco depois, chegou ao local uma VMER e foi retirada a placenta e cortado o cordão umbilical, seguindo-se o transporte da mãe e filha para a maternidade da Unidade de Abrantes.

Nas palavras de Nuno Gorjão, “Aconteceu tudo tão depressa que é difícil de explicar. Não consigo descrever a sensação de alegria e bem-estar. Talvez tenha sido um sinal de esperança para o final deste ano de 2020 e também para o ano que se avizinha”.

Palavras que espelham o momento único e de um simbolismo enorme, para estes dois bombeiros e para toda a corporação dos Bombeiros Voluntários Torrejanos.

Exit mobile version