fbpx
16.1 C
Tomar

Bombeiros Torrejanos realizam parto em ambulância

Relacionadas

Cinquenta anos do Liceu de Tomar serão comemorados até outubro de 2022

Fundado em outubro de 1971, o Liceu de Tomar, hoje, Escola Secundária Santa Maria do Olival, comemora...

Perturbações ao nível da pressão da água

Na sequência da “Empreitada de Abastecimento à Mendacha a partir da EPAL (Choromela)” das Águas do Vale...

PS faz acordo com CDS para gerir Junta Urbana

Sem maioria na Assembleia de Freguesia Urbana de Tomar, o PS fez um acordo com o CDS-PP,...

Santa Casa reconduz empresa Aplaudir na gestão da praça de Tomar

A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Tomar, na sua última reunião, aprovou a renovação do...

Nuno Gorjão e Pedro Matos, do corpo de Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizaram um parto em ambulância.

Por volta da meia-noite do dia 4 de dezembro de 2020, os Bombeiros Voluntários Torrejanos receberam uma chamada telefónica, de uma grávida.

Poucos minutos depois, chegava uma ambulância à porta da senhora, no Casal Pote (Meia Via). A senhora, com algumas dores, comentou que se previa que o bebé nascesse naquele dia. Mas nada fazia adivinhar o que viria a acontecer, em poucos minutos: já na ambulância, Nuno Gorjão e Pedro Matos começam a ver a coroa encefálica e Maria Beatriz nasceu aos dezassete minutos da meia-noite de 4 de dezembro, na ambulância.

Foi um parto inesperado, mas uma grande alegria para estes dois bombeiros que, pela primeira vez em mais de 15 anos de serviço, realizaram um parto.

Os cerca de 7/8 minutos de serviço são descritos pelos dois bombeiros como uma “sensação única e de alívio, por vermos que correu tudo bem”.

Ainda na ambulância, realizaram o protocolo (limpeza, aquecimento e aspiração). Pouco depois, chegou ao local uma VMER e foi retirada a placenta e cortado o cordão umbilical, seguindo-se o transporte da mãe e filha para a maternidade da Unidade de Abrantes.

Nas palavras de Nuno Gorjão, “Aconteceu tudo tão depressa que é difícil de explicar. Não consigo descrever a sensação de alegria e bem-estar. Talvez tenha sido um sinal de esperança para o final deste ano de 2020 e também para o ano que se avizinha”.

Palavras que espelham o momento único e de um simbolismo enorme, para estes dois bombeiros e para toda a corporação dos Bombeiros Voluntários Torrejanos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Cinquenta anos do Liceu de Tomar serão comemorados até outubro de 2022

Fundado em outubro de 1971, o Liceu de Tomar, hoje, Escola Secundária Santa Maria do Olival, comemora...

Perturbações ao nível da pressão da água

Na sequência da “Empreitada de Abastecimento à Mendacha a partir da EPAL (Choromela)” das Águas do Vale do Tejo (ADVT), podem registar-se...

PS faz acordo com CDS para gerir Junta Urbana

Sem maioria na Assembleia de Freguesia Urbana de Tomar, o PS fez um acordo com o CDS-PP, o que garante a João...

Santa Casa reconduz empresa Aplaudir na gestão da praça de Tomar

A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Tomar, na sua última reunião, aprovou a renovação do atual contrato em vigor (desde 2019)...

João Victal passa a Vice Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Tomar

Na sua última reunião da Mesa Administrativa da Misericórdia de Tomar, por falecimento do Irmão Vice Provedor Fernando Alberto Assunção Caetano, nos...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -