fbpx
17.6 C
Tomar

Bombeiros Torrejanos realizam parto em ambulância

Relacionadas

Novo PDM já entrou em vigor

Foi publicado, na segunda feira, dia 24 de janeiro, no Diário da República, o Plano Diretor Municipal...

Duarte Marques: “Vou deixar de ser deputado, mas continuar ligado às causas que sempre defendi”

Duarte Marques, 40 anos, duas filhas, natural de Mação, foi deputado do PSD pelo distrito de Santarém...

Luísa Henriques: “A minha maneira de estar na vida é tentar ajudar o próximo através do diálogo”

Luísa Henriques é a nova presidente de junta da Freguesia de Madalena/Beselga, tarefa que não lhe é...

Governo atribui medalha aos Bombeiros de Tomar no 100.º aniversário

O Governo vai condecorar os Bombeiros do Município de Tomar com a Medalha de Mérito de Proteção...

Câmara entregou medalhas aos homenageados do 1 de Março de 2021

Os homenageados do 1 de Março de 2021 foram recebidos, no Salão Nobre dos Paços do Concelho,...

Nuno Gorjão e Pedro Matos, do corpo de Bombeiros Voluntários Torrejanos, realizaram um parto em ambulância.

Por volta da meia-noite do dia 4 de dezembro de 2020, os Bombeiros Voluntários Torrejanos receberam uma chamada telefónica, de uma grávida.

Poucos minutos depois, chegava uma ambulância à porta da senhora, no Casal Pote (Meia Via). A senhora, com algumas dores, comentou que se previa que o bebé nascesse naquele dia. Mas nada fazia adivinhar o que viria a acontecer, em poucos minutos: já na ambulância, Nuno Gorjão e Pedro Matos começam a ver a coroa encefálica e Maria Beatriz nasceu aos dezassete minutos da meia-noite de 4 de dezembro, na ambulância.

Foi um parto inesperado, mas uma grande alegria para estes dois bombeiros que, pela primeira vez em mais de 15 anos de serviço, realizaram um parto.

Os cerca de 7/8 minutos de serviço são descritos pelos dois bombeiros como uma “sensação única e de alívio, por vermos que correu tudo bem”.

Ainda na ambulância, realizaram o protocolo (limpeza, aquecimento e aspiração). Pouco depois, chegou ao local uma VMER e foi retirada a placenta e cortado o cordão umbilical, seguindo-se o transporte da mãe e filha para a maternidade da Unidade de Abrantes.

Nas palavras de Nuno Gorjão, “Aconteceu tudo tão depressa que é difícil de explicar. Não consigo descrever a sensação de alegria e bem-estar. Talvez tenha sido um sinal de esperança para o final deste ano de 2020 e também para o ano que se avizinha”.

Palavras que espelham o momento único e de um simbolismo enorme, para estes dois bombeiros e para toda a corporação dos Bombeiros Voluntários Torrejanos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Novo PDM já entrou em vigor

Foi publicado, na segunda feira, dia 24 de janeiro, no Diário da República, o Plano Diretor Municipal...

Duarte Marques: “Vou deixar de ser deputado, mas continuar ligado às causas que sempre defendi”

Duarte Marques, 40 anos, duas filhas, natural de Mação, foi deputado do PSD pelo distrito de Santarém...

Luísa Henriques: “A minha maneira de estar na vida é tentar ajudar o próximo através do diálogo”

Luísa Henriques é a nova presidente de junta da Freguesia de Madalena/Beselga, tarefa que não lhe é desconhecida, pois já exerceu vários...

Governo atribui medalha aos Bombeiros de Tomar no 100.º aniversário

O Governo vai condecorar os Bombeiros do Município de Tomar com a Medalha de Mérito de Proteção e Socorro, grau ouro e...

Câmara entregou medalhas aos homenageados do 1 de Março de 2021

Os homenageados do 1 de Março de 2021 foram recebidos, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na segunda feira, dia 24...

Praia Fluvial do Alqueidão com requalificação em curso

O Município de Tomar encontra-se a desenvolver os trabalhos de requalificação da Praia Fluvial do Alqueidão, localizada na Albufeira do Castelo do...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -