fbpx
17.7 C
Tomar

Câmara aprova prorrogação do prazo de construção do Centro Escolar da Linhaceira até final de dezembro

Relacionadas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um...

Foi aprovada, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo da empreitada de construção do Centro Escolar da Linhaceira até final de dezembro, obra que já deveria estar concluída há algum tempo.

Segundo a presidente da câmara, Anabela Freitas, esta obra inclui duas empreitadas, uma refere-se à construção do edifício (obra financiada), outra aos arranjos exteriores (obra não financiada), sendo que o edifício em si está concluído, mas o mesmo não acontece com os arranjos exteriores.

Segundo a autarca, a opção era abrir o edifício enquanto as obras decorriam no exterior ou abrir tudo ao mesmo tempo, daí a prorrogação do prazo, prevendo-se que fique tudo concluído no primeiro semestre e que os alunos possam mudar de instalações no início do ano.

O vereador Francisco Madureira (PSD) considerou que se trata de uma obra importante e que os vereadores do PSD iriam votar favoravelmente, estranhando apenas uma troca de correspondência entre a câmara e o empreiteiro, tendo este último referido que não teve resposta por parte da câmara.

Anabela Freitas disse que houve alguns contratempos, dando exemplo do tipo de revestimento das paredes, havendo em Portugal só três empresas que fazem esse tipo de revestimento, pelo que foi necessário fazer alguma pressão para que a obra avançasse, tendo mesmo a Junta de Freguesia de Asseiceira arranjado alojamento para os trabalhadores dessa empresa para que “não houvesse qualquer desculpa e o trabalho fosse feito”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Centro de Vacinação vai ser desativado e vacinação passa para o 1.º andar do pavilhão municipal

O Centro de Vacinação contra a Covid-19, instalado no Pavilhão Jácome Ratton, em Tomar, está a ser...

Livro de Nuno Garcia Lopes sobre lidar com a perda já está disponível em 2.ª edição

Já está disponível a segunda edição do livro “Os balões que me ensinaram a voar”, com textos...

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara

Autárquicas 2021: Anabela Freitas reeleita presidente da câmara Anabela Freitas foi reeleita presidente da Câmara de Tomar e Hugo...

Autárquicas 2021: acompanhe a emissão especial da Rádio Cidade de Tomar

O Jornal e Rádio "Cidade de Tomar" vai ter uma equipa de correspondentes na rua, na noite deste domingo, 26 de setembro,...

Leões de Tomar alcançaram, na Embra, a primeira vitória no campeonato

Primeira vitória em jogos oficiais, esta época! Depois de três derrotas na Elite Cup e de um empate caseiro (3-3), diante do...

U. Tomar manteve registo vitorioso com triunfo suado em Glória do Ribatejo

Sofrida… mas inteiramente merecida! Mais uma vitória tangencial (1-2), desta vez na visita a Glória do Ribatejo, permitiu ao U. Tomar manter...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -