fbpx
15.5 C
Tomar

Catarina Freitas reside e trabalha no Canadá: “O ambiente em geral é de aceitação das medidas tomadas, de união, mas também de extrema preocupação”

Relacionadas

Maranho da Sertã é marca protegida a nível nacional

Foi hoje, dia 5 de junho, publicado em Diário da República o despacho da Secretaria de Estado...

Covid-19: semana termina sem novas infeções no Médio Tejo

A semana termina sem novos casos de Covid-19 no Médio Tejo. Mantém-se, assim, o total de 221...

“Canto Firme” dá a conhecer ofertas formativas no âmbito do ensino especializado da música e do Conservatório de Artes

Fomos conhecer de que modo a Canto Firme organizou a sua oferta para o próximo ano lectivo. As matrículas já...

Tomar: Estacionamento nas zonas tarifadas ao ar livre continua isento

O estacionamento nas zonas tarifadas ao ar livre em Tomar - por exemplo na Alameda Um de...

Covid-19: hoje não se registaram novos casos e há seis doentes recuperados

Hoje, quinta feira, dia 4 de junho, não se registaram novos casos de Covid-19 no Médio Tejo...
Ana Isabel Felício
Ana Isabel Felício
Comecei a trabalhar no Jornal Cidade de Tomar em 1999. Já lá vão uns anitos. Depois de sair da Universidade e de todas as dúvidas e dificuldades que surgem, foi-se construindo um caminho de experiência, com muitas situações, muitas pessoas, muitas aventuras e, claro, muito trabalho. Ao fim de todos estes anos, apesar de todos os percalços que a vida nos vai dando, cá estou, todos os dias a fazer o meu trabalho o melhor que sei, aprendendo com os que me rodeiam e também ensinando alguma coisa.

Com mais ou menos impacto, o vírus chegou a todos os cantos do mundo. Como tal, procurámos obter um testemunho de um tomarense que esteja a viver fora e que nos descrevesse o ambiente nesse país, em tempo de pandemia. Esta semana falámos com Catarina Freitas, gestora de vários ensaios clínicos, a residir e trabalhar no Canadá.

– Perante a Pandemia e o seu impacto no Canadá, como é o ambiente em geral?

O Canadá adoptou medidas de contenção da Covid-19 muito semelhantes a Portugal: fronteiras fechadas, comércio encerrado, com excepção de farmácias e supermercados, distância física de pelo menos dois metros, quando indivíduos que não cohabitam saem à rua, circulação automóvel condicionada dentro de cada província. O governo federal emana indicações no âmbito de Saúde Pública, mas cabe a cada Província delinear os seus próprios planos de acção. As províncias têm tomado medidas diferentes com diferente impacto a nível regional. O ambiente em geral é de aceitação das medidas tomadas, de união, mas também de extrema preocupação, não só pela saúde no momento actual mas também pelo impacto económico da pandemia. O governo canadiano (federal e província) tem distribuído inúmeros pacotes de ajuda económica, que contam com o apoio de empresários e população em geral, no entanto, não há qualquer dúvida que o custo a pagar será elevado para a sociedade. Vários estudos demonstram que esta ajuda será paga maioritariamente com o aumento de diferentes impostos, por um período não inferior a 20 anos. Por outro lado, esta pandemia veio colocar a nú várias fragilidades existentes no Canadá, como por exemplo, a qualidade do cuidado prestado aos mais idosos, quer seja em contexto institucional ou na própria residência; a necessidade de uma rede mais reforçada de apoio comunitário aos mais idosos; a dependência de produtos vindos além fronteiras, principalmente na área de bens essenciais, como medicamentos, equipamento médico, etc… Não há dúvida que esta pandemia terá um impacto significativo na forma como a sociedade se organizará no futuro. Bem vinda mudança!

Leia a entrevista na íntegra na edição impressa, amanhã nas bancas, ou na edição digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

Maranho da Sertã é marca protegida a nível nacional

Foi hoje, dia 5 de junho, publicado em Diário da República o despacho da Secretaria de Estado...

Covid-19: semana termina sem novas infeções no Médio Tejo

A semana termina sem novos casos de Covid-19 no Médio Tejo. Mantém-se, assim, o total de 221...

“Canto Firme” dá a conhecer ofertas formativas no âmbito do ensino especializado da música e do Conservatório de Artes

Fomos conhecer de que modo a Canto Firme organizou a sua oferta para o próximo ano lectivo. As matrículas já se encontram a decorrer. 

Tomar: Estacionamento nas zonas tarifadas ao ar livre continua isento

O estacionamento nas zonas tarifadas ao ar livre em Tomar - por exemplo na Alameda Um de Março - continua a ser...

Covid-19: hoje não se registaram novos casos e há seis doentes recuperados

Hoje, quinta feira, dia 4 de junho, não se registaram novos casos de Covid-19 no Médio Tejo e há seis doentes recuperados....

Pulseira eletrónica para suspeito de vários roubos e furtos

O Comando Distrital de Santarém da PSP, através da Esquadra de Abrantes da Divisão Policial de Tomar, procedeu à detenção, no passado...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -