fbpx
15.9 C
Tomar

Doações de sangue não devem parar, alerta Federação Portuguesa dos Dadores Benévolos de Sangue

Relacionadas

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a...

Mais de cem pessoas na descida do Nabão em jangadas improvisadas

Foram 115 as pessoas que participaram, no passado domingo, dia 26 de junho, na 13.ª Descida do...

CIM do Médio Tejo marcou presença em Fátima na 10.ª edição dos workshops internacionais de Turismo Religioso

A convite da Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO) e em colaboração com o Município de Ourém, a CIM...

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que...

Uma vez que o Instituto Português do Sangue e da Transplantação sofreu uma grande redução de dadores nos últimos dias, a Federação Portuguesa dos Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta quarta feira a “todas as pessoas que habitualmente doam sangue para que ‘não falhem’ e continuem a doar sangue durante estes tempos de contenção social que a pandemia do covil-19 está a impor”. Aliás, esta terça-feira, o Instituto Português do Sangue e da Transplantação avançou para o nível amarelo de alerta devido à diminuição do número de pessoas a dar sangue.

“Se se sente bem e já deu sangue há mais de três meses (homens) ou quatro meses (mulheres) dirija-se a uma Sessão de Colheita de Sangue para fazer a sua dádiva”, referiu Alberto Mota, presidente da FEPODABES, acrescentando que “continuam a existir doentes e acidentados a precisar de transfusões”. O presidente desta federação explicou que a dádiva de sangue é segura “e os serviços que estão a fazer as colheita de sangue cumprem todos os requisitos de segurança exigidos pela DGS”.

No entanto, alerta a federação, há exceções e os dadores que vivem nas regiões em situação de quarentena “não devem entrar no espaço de colheita e devem aguardar até à próxima colheita de sangue para fazer a sua dádiva”.

Fonte: Jornali

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Igreja de S. João Baptista: conclusão das obras adiada para o final de 2022

Foi aprovada, por unanimidade, na reunião de câmara, na segunda feira, a prorrogação do prazo para a...

Mais de cem pessoas na descida do Nabão em jangadas improvisadas

Foram 115 as pessoas que participaram, no passado domingo, dia 26 de junho, na 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas, numa...

CIM do Médio Tejo marcou presença em Fátima na 10.ª edição dos workshops internacionais de Turismo Religioso

A convite da Associação Empresarial Ourém-Fátima (ACISO) e em colaboração com o Município de Ourém, a CIM do Médio Tejo esteve mais...

Concurso “Dá-me uma tampa!” recolhe 1067 garrafões de tampinhas

A turma A do 11.º ano da ESSMO dinamizou um projeto ao longo do ano letivo que visou recolher o máximo de...

13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo

A 13.ª Descida do Nabão em Jangadas Improvisadas é este domingo, dia 26 de junho, numa organização do Moto Organizadora de Competição...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -