fbpx
18.3 C
Tomar

Doações de sangue não devem parar, alerta Federação Portuguesa dos Dadores Benévolos de Sangue

Relacionadas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário,...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por...

Uma vez que o Instituto Português do Sangue e da Transplantação sofreu uma grande redução de dadores nos últimos dias, a Federação Portuguesa dos Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta quarta feira a “todas as pessoas que habitualmente doam sangue para que ‘não falhem’ e continuem a doar sangue durante estes tempos de contenção social que a pandemia do covil-19 está a impor”. Aliás, esta terça-feira, o Instituto Português do Sangue e da Transplantação avançou para o nível amarelo de alerta devido à diminuição do número de pessoas a dar sangue.

“Se se sente bem e já deu sangue há mais de três meses (homens) ou quatro meses (mulheres) dirija-se a uma Sessão de Colheita de Sangue para fazer a sua dádiva”, referiu Alberto Mota, presidente da FEPODABES, acrescentando que “continuam a existir doentes e acidentados a precisar de transfusões”. O presidente desta federação explicou que a dádiva de sangue é segura “e os serviços que estão a fazer as colheita de sangue cumprem todos os requisitos de segurança exigidos pela DGS”.

No entanto, alerta a federação, há exceções e os dadores que vivem nas regiões em situação de quarentena “não devem entrar no espaço de colheita e devem aguardar até à próxima colheita de sangue para fazer a sua dádiva”.

Fonte: Jornali

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Expoégua: o momento em que a Golegã, a Capital do Cavalo enaltece a égua

Exposição de éguas e poldros, Romaria, Prova de Vinhos do Tejo, entre outras...

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023

Já está definida a Comissão Central da Festa dos Tabuleiros de 2023, equipa que irá acompanhar o...

Regimento de Infantaria N.º 15 assinalou 216.º aniversário com exposição sobre “Os Novos Templários ao Serviço da Paz”

O Regimento de Infantaria N.º 15 (RI15), em Tomar, assinalou, no passado dia 19 de maio, o 216.º aniversário, relembrando a data da sua criação...

Ramal de Tomar: início dos trabalhos de proteção anticorrosiva na Ponte da Bezelga

A Infraestruturas de Portugal deu início aos trabalhos de tratamento anticorrosivo na Ponte da Bezelga, localizada ao quilómetro 5,298 do Ramal de...

Leões de Tomar começaram o ‘play-off’ do campeonato com pesada derrota no Porto

Quatro dias depois da eliminação da Liga Europeia (nas meias finais, diante do Valongo, no desempate por grandes penalidades: 7-5 no total),...

U. Tomar foi avassalador diante do Cartaxo: com cabeça limpa… e pontaria afinada!

Uma goleada para a história! A equipa principal do U. Tomar goleou o Cartaxo por expressivo 10-0, no passado domingo, na antepenúltima...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -