fbpx
17 C
Tomar

Central Elétrica é novo motivo de atração no centro de Tomar

Relacionadas

PSD apresenta recomendação para melhorar e dignificar o Parque Empresarial de Tomar

Os vereadores do PSD na Câmara de Tomar, Francisco Madureira, Luís Ramos e Célia Bonet, apresentaram, na...

Politécnico de Tomar assinala Dia da Floresta Autóctone

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT) assinalou, na segunda feira, dia 23 de novembro, o Dia da...

Vila Nova da Barquinha: município encerra equipamentos turísticos e culturais

Num esforço conjunto de contenção da propagação do Covid-19, o Município de Vila Nova da Barquinha, num...

Covid-19: atualização de dados regista 225 novos casos

O relatório epidemiológico do Médio Tejo registou, na segunda feira, dia 23, um total de 225 novos...

Cortado o abastecimento de água amanhã nos locais abastecidos pelo reservatório da Choromela

Na sequência da obra de melhoria das condições de segurança e higienização do reservatório da Choromela, da...

Localizado no Complexo Cultural da Levada, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar é um retrato vivo do século XIX, quando a cidade foi uma das primeiras do país a dispor de iluminação pública elétrica.

Foi inaugurado no sábado o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar, espaço industrial do século XIX situado em pleno coração da cidade, onde agora passa a ser mais um motivo de atração a par da paisagem deslumbrante e do riquíssimo património histórico.

Com este projeto museológico da responsabilidade do Município, desenvolvido na continuação das ações de reabilitação e requalificação daquele espaço, a Central torna-se a primeira unidade industrial do Complexo Cultural da Levada de Tomar a abrir as portas ao público, dando formalmente início ao seu novo uso cultural.

Dotado nesta primeira fase de uma exposição de longa duração, que apresenta e reflete a memória daquele equipamento industrial nas suas diferentes dimensões materiais e imateriais, o Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar pretende proporcionar a apresentação e interpretação de diferentes equipamentos de produção de energia elétrica, assim como a história da eletrificação em Tomar.

Neste equipamento se recorda que a Central, inaugurada a 1 de julho de 1901, surgiu com o propósito de fornecer eletricidade às 100 lâmpadas de 16 velas para a cidade, e que Tomar foi uma das primeiras cidades do país, depois de Elvas e Vila Real, a dispor de iluminação pública elétrica. Promovendo a preservação e potenciando a valorização do património cultural, o Município devolve, assim, um legado industrial e testemunho da história do desenvolvimento local à fruição pública.

O Núcleo Museológico da Central Elétrica de Tomar vai estar aberto de terça-feira a domingo. Durante o período de Inverno (de Outubro a Março), das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00, e durante o período de Verão (de Abril a Setembro), das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
- Advertisement -

Últimas

PSD apresenta recomendação para melhorar e dignificar o Parque Empresarial de Tomar

Os vereadores do PSD na Câmara de Tomar, Francisco Madureira, Luís Ramos e Célia Bonet, apresentaram, na...

Politécnico de Tomar assinala Dia da Floresta Autóctone

O Instituto Politécnico de Tomar (IPT) assinalou, na segunda feira, dia 23 de novembro, o Dia da...

Vila Nova da Barquinha: município encerra equipamentos turísticos e culturais

Num esforço conjunto de contenção da propagação do Covid-19, o Município de Vila Nova da Barquinha, num âmbito estritamente preventivo, vai encerrar...

Covid-19: atualização de dados regista 225 novos casos

O relatório epidemiológico do Médio Tejo registou, na segunda feira, dia 23, um total de 225 novos casos de infeções pelo coronavírus,...

Cortado o abastecimento de água amanhã nos locais abastecidos pelo reservatório da Choromela

Na sequência da obra de melhoria das condições de segurança e higienização do reservatório da Choromela, da responsabilidade da empresa Tejo Ambiente,...

CHMT abre candidaturas espontâneas para assistentes operacionais e enfermeiros

O Centro Hospitalar do Médio Tejo abriu a possibilidade de candidaturas espontâneas para enfermeiro(a)s e assistentes operacionais. Os interessados deverão enviar a...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -