fbpx
15.7 C
Tomar

Quinta Casal das Freiras aposta na modernização da sua Adega

Sobejamente conhecida pelos vinhos que produz, a Quinta Casal das Freiras, em Carvalhal Grande - Tomar, tem vindo a apostar modernização da sua adega, tendo submetido um projecto ao fundo comunitário PRODER2020, através da ADIRN - Associação do Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte.

Relacionadas

Diogo Pinto confirmado no Vilafranquense… por empréstimo do Ascoli

Diogo Pinto está confirmado como reforço do Vilafranquense até ao final desta época. O médio, de 21...

Competições distritais de futebol e futsal em risco de não serem concluídas

As provas organizadas pela Associação de Futebol de Santarém (AFS) estão em risco de não serem finalizadas...

Vila de Rei: surto de Covid-19 com 12 infetados circunscrito ao Centro de Acolhimento de S. João do Peso

Onze utentes e um funcionário (não residente no Concelho de Vila de Rei) do Centro de Acolhimento...

Deputados do PSD apresentam recomendação para urgente requalificação da Escola EB 2,3/S Pedro Ferreiro

O Grupo Parlamentar do PSD apresentou na Assembleia da República uma iniciativa parlamentar que visa obrigar o...

Covid-19: distrito de Santarém com 385 mortos

Nos 21 concelhos do distrito de Santarém já morreram 385 pessoas, vítimas de infeção por Covid-19. Nesta...

Sobejamente conhecida pelos vinhos que produz, a Quinta Casal das Freiras, em Carvalhal Grande – Tomar, tem vindo a apostar modernização da sua adega, tendo submetido um projecto ao fundo comunitário PRODER2020, através da ADIRN – Associação do Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte.

Com 180 hectares, esta quinta inclui ainda searas, olival e floresta além dos 16 hectares dedicados à vinha, implantadas em solos argilo-calcários de declive suave e ondulado com exposição a sul, onde predominam as castas nacionais.

José Vidal, proprietário da Quinta Casal das Freiras, recebeu-nos com simpatia na companhia da filha, Rita Vidal, explicando que esta é uma propriedade que tem passado de geração em geração, com muito carinho e dedicação. “Esta propriedade foi adquirida pelo meu bisavô sendo que, neste momento, estamos numa fase de transição para a quinta geração”, disse-nos. O nome desta propriedade advém de a mesma ter sido administrada por freiras até meados do século XIX.

Quando o seu bisavô a comprou, para além de vinho também se dedicou à produção de azeite, podendo ser encontradas na propriedade oliveiras milenares e um lagar do início do século XX hoje funcionando como um micro museu. “O meu bisavô era de Ovar e quando a filoxera (praga que em meados do século XIX, resultou na destruição de videiras) aparece começou a percorrer o país à procura de vinhos e toda esta zona era uma zona de produção de vinhos, sendo que numa dessas viagens encontrou esta propriedade que acabou por adquirir”, explicou.

– Notícia desenvolvida na edição que está nas bancas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimas

Diogo Pinto confirmado no Vilafranquense… por empréstimo do Ascoli

Diogo Pinto está confirmado como reforço do Vilafranquense até ao final desta época. O médio, de 21...

Competições distritais de futebol e futsal em risco de não serem concluídas

As provas organizadas pela Associação de Futebol de Santarém (AFS) estão em risco de não serem finalizadas...

Vila de Rei: surto de Covid-19 com 12 infetados circunscrito ao Centro de Acolhimento de S. João do Peso

Onze utentes e um funcionário (não residente no Concelho de Vila de Rei) do Centro de Acolhimento de São João do Peso...

Deputados do PSD apresentam recomendação para urgente requalificação da Escola EB 2,3/S Pedro Ferreiro

O Grupo Parlamentar do PSD apresentou na Assembleia da República uma iniciativa parlamentar que visa obrigar o governo, e em particular o...

Covid-19: distrito de Santarém com 385 mortos

Nos 21 concelhos do distrito de Santarém já morreram 385 pessoas, vítimas de infeção por Covid-19. Nesta altura o total acumulado de...

Remoção de fibrocimento nas escolas arranca esta semana

Na segunda feira, dia 25 de janeiro, o Município de Tomar consignou as obras de substituição das coberturas de fibrocimento nas escolas...
- Advertisement -

Mais notícias

- Advertisement -